quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Labneh de alho e ervas (queijo de iogurte)



Quando conversava com uma pessoa que me é muito querida acerca das aventuras na cozinha, ela falou-me de alguém conhecido que fazia queijo de iogurte, mas não sabia como. Fiquei com a pulga atrás da orelha e fui pesquisar à net e foi assim que fiquei a conhecer o Labneh. Bem dita pulga!

Achei a receita facílima, mas não imaginava que ficaria tão bom o paladar deste queijo creme de barrar, pois tinha receio que ficasse demasiado ácido. De qualquer modo, não há nada como experimentar e como cá em casa somos fãs daqueles queijos de barrar com alho e ervas, arrisquei fazer uma adaptação das receitas originais (ver sites de referência abaixo) que somente levam sal, depois o queijo é conservado em azeite e aromatizado com ervas e pimenta.

Gostámos tanto desta receita, que nem experimentámos a receita original e agora também já não compramos queijos de barrar. Usamos para barrar no pão, em tostas, em bolachas de água e sal, ou pomos as bolinhas em saladas.

Fiz assim:
3 iogurtes naturais caseiros
1 colher de chá de sal fino
1 colher de sopa de orégãos
1 dente de alho pequeno ralado
Opcional: Azeite e grãos de pimenta q.b.

Numa taça colocar os iogurtes, o sal, os orégãos e o alho ralado fininho e misturar tudo muito bem. Depois forra-se um passador com três folhas de papel absorvente de cozinha e coloca-se o passador dentro de uma tigela funda (o passador não deve ficar em contacto com o soro que vai caindo). Depois verte-se a mistura para dentro do passador forrado e coloca-se no frigorífico.
Aguarda-se pacientemente (e com muita ansiedade!) por 3 dias e está pronto a comer.
Para conservar pode-se colocar numa caixa com tampa ou fazer bolinhas com a ajuda de duas colheres de chá, moldando como se fossem pastéis de bacalhau, que depois se colocam num frasco com azeite, ervas frescas (óregãos, mangericão, …) e grãos de pimenta.

Notas:
- Faço esta receita com iogurtes caseiros magros.
- Como a maior parte do soro sai nas primeiras 24 horas, decidi fazer uma “fornada” assim, mas não gostei tanto, achei que o labneh fica demasiado ácido, portanto prefiro deixar a escorrer por 3 dias. Embora indiquem em alguns sítios os 5 dias, confesso que não conseguimos aguardar tanto tempo e com apenas 3 dias fica delicioso e com uma boa consistência quer seja para moldar bolinhas como para conservar numa caixa.
- Esta receita é muito económica, especialmente para quem faz os iogurtes em casa, fica a cerca de 0.30 cêntimos no total. Além de que não se gastam embalagens.
- Conserva-se no frigorífico por 3 semanas (aqui nem sequer dura uma semana).
- As bolinhas conservadas em azeite, deve-se retirar do frigorífico um pouco antes de servir, pois às vezes o azeite solidifica.
- Brevemente coloco as calorias desta receita, que é light!

Sites de referência:
O que é o Labneh? Qual a sua origem? Ver aqui
Receita original (passo-a-passo) – maturação de 24h
Receita de Labneh (bolinhas)– maturação de 5 dias
Receita de Labneh (bolinhas) – maturação de 3 dias
Receita de Labneh (creme de barrar) – maturação de 24h

Bom apetite!

ps - Queridas amigas NF, SO e MR, esta é especialmente para vocês! Depois contem-me se gostaram, ok?

4 comentários:

Leticia disse...

Olá, Ana
Muito Obrigada por partilhares esta receita é simplesmente maravilhosa. É uma receita simples que vale a pena experimentar. O que demora mais são os três dias, mas posso dizer que vale bem a pena.

Os meus parabéns e mais uma vez o meu muito obrigada

Ana C. disse...

Obrigado Letícia! A espera gera muita ansiedade... mas compensa. Bjs, Ana

Filhos da Terra disse...

Ola Ana! andava a pesquisar coisas e encontrei este fantástico blog com as tuas maravilhosas experiências. Este queijo parece delicioso, vou experimentar! :) Grata por partilhares estas coisas. Tudo de bom para ti!
beijinho
Denise

Cesar Pires da Costa disse...

Já experimentou fazer o labnet com mel ??? depois serve com fruta fresca um coulis (framboesa mirtilhos morango etc ) e uns frutos secos cortados aos pedaços (pistacio amendoas nozes). Bem haja.