terça-feira, 3 de maio de 2016

Conhece ... a Florbela Graça do “São Sabão”!

Apeteceu-me criar uma secção nova no blog, com entrevistas de pessoas que admiro em várias áreas, por razões diversas, mas que por alguma razão me tocam. Hoje vão conhecer a Florbela Graça. 

Morugem e urtigas frescas, colhidas pela Florbela Graça
Mulher com uma personalidade forte, discurso sereno, bem-humorado e cheio de ensinamentos, um talento enorme para explorar e uma paixão pela partilha, assim é Florbela Graça (Flor), nascida no dia das mentiras, em Sintra. O seu fascínio por ervas e plantas medicinais levou-a ao mundo dos sabões, bálsamos e cremes e hoje, vamos conhece-la um pouco melhor.

Os vários blogues que a Flor tem, deixam transparecer imediatamente a paixão por várias áreas e o seu gosto por escrever e partilhar! O seu trabalho vai muito além da arte de fazer sabão. Foi assim que a conheci, através do blog “São Sabão” e foi assim que começámos a falar. Depois deste blog, muitos outros surgiram, muitas ideias e projectos, mas sempre a mesma paixão, ligada às ervas e plantas, às tradições, ao ciclo feminino, ao que é natural!
Sabão de Karité e Tangerina by Florbela Graça
Criações Caseiras (CC) - O teu trabalho tem muito estudo e pesquisa por trás, mas também muitas experiências. Ligar estes dois mundos, com a parte comercial, não parece nada fácil. Como começaste o teu percurso nesta área?
Poção nº 1 by Florbela Graça
FG - Apesar de me ter começado a interessar por plantas medicinais há algumas décadas, nunca pensei em “seguir” por este caminho…até descobrir a saboaria. Há alguns anos comecei a fazer sabonetes de glicerina, e desde logo me interessou mais a utilização de plantas medicinais nos sabonetes. Em poucas semanas fiz o meu primeiro sabão de azeite, tipo "Castilla"; e deixei os de glicerina. Comecei então a estudar e a fazer experiências com os sabões naturais, a usar as plantas e óleos essenciais. Depois foram algumas experiências com cremes e logo passei para as pomadas medicinais, com uma parceria com um naturopata. A convite, comecei com uns pequenos workshops que depois, à medida que ia pesquisando mais e estudando mais, evoluíram para workshops mais completos, que englobam conhecimentos de saboaria natural, aromaterapia, herbalismo, … mas sim, tudo começou com a saboaria. Só ainda não consegui perceber se sou uma herbalista-saboeira, se uma saboeira-herbalista.
Cera de abelhas by Florbela Graça


CC - Tens diversos blogs. Qual foi o primeiro e como surgiu a ideia?
Florbela Graça (FG) - O primeiro foi o São Sabão. Era um projecto a meias mas talvez o que mais prazer me deu fazer/escrever, quiçá pela “inocência” com que o fiz. Um sentimento que quero resgatar, o prazer da descoberta, junto com o prazer de partilhar algo que nos fascina.

CC - O que mais gostas de fazer nesta área, o que apaixona? Tratar das plantas/ervas, fazer
balsámos, sabões ou ensinar?

FG - Fazer fórmulas! Descobrir/pesquisar as propriedades dos diversos ingredientes e criar as fórmulas novas. Todo o processo de pesquisa, de montar um puzzle seja a partir de uma ideia que surge de repente, seja de um caso específico, de pessoas com determinada questão. E ensinar. Apesar de muitas vezes ficar nervosa e em geral não ser muito dada a convívios, ensinar é me muito grato.
Falar de plantas, sabões, pomadas, tinturas é o que provavelmente faço melhor. Mostrar a outros como se faz, e dessa forma dotá-los de ferramentas e conhecimentos que lhes serão úteis todos os dias, é muito gratificante.

Sabão de Cacau by Florbela Graça
CC - Mãe a tempo inteiro, blogger de vez em quando, administradora do “Saboaria”, fitoterapeuta
(chamo assim?!) de vocação – como é o teu dia-a- dia e como consegues gerir todos estes ofícios?
FG - Não me é fácil. Como sabes não primo pela organização. Sou algo aérea e distraída no dia-a- dia.
Tanto que o bloggar e o escrever ficou um pouco para trás (muito).

CC - Vivemos num mundo onde não é fácil ser-se original, vamos bebendo informação de muitos
sítios. Onde te inspiras? O que ajuda o teu processo criativo?

FG - Onde me inspiro? Suponho que em tudo e em nada…Por vezes a inspiração surge de uma necessidade, de algo que precisa de ser feito, criado (por exemplo um tintura para as gripes, ou um sabão para um fim especifico). Outras de repente, porque estou a pensar, ouvir algo, a ler algo e há um Plim! … e partir dai há um processo de pesquisa e investigação, com alguma intuição à mistura
e experiências. Depende um pouco do que estou a fazer, criar. Por vezes “o criar” é também um processo quase autónomo em que suponho faço uso dos conhecimentos e da intuição. É difícil explicar sem parecer pretensiosa, acho. Escrever também é algo indefinido, talvez seja necessário um método, uma organização que eu não tenho. Escrever as histórias obriga-me a um estado mental que me leva quase fora da realidade e não tem sido compatível ultimamente com as tarefas diárias. Mas preciso encontrar esse espaço, porque a mente está a ficar sobrelotada e a mostrar erros de processamento.
Tintura anti-acne (uso externo) by Florbela Graça
CC - Numa mente criativa como a tua, sei que as ideias proliferam, que projectos tens para o futuro
mais próximo? Podes partilhar algum?

FG - Ui!... Muitas ideias! Por vezes acho que demasiadas. Posso partilhar que tenho algumas ideias ligadas a artesanato, a artes decorativas, Quero recuperar o bloggar, vamos a ver qual (sim eu sei, demasiados… foram fases.), quero escrever. E o resto logo se verá…

CC - Sei que gostas muito de ler, estudar e aprender. O que gostarias de aprender/alcançar nos
próximos anos?

Gostaria de ganhar o euromilhões, ser feliz e recuperar a esperança na humanidade. Brincando,
brincando…

Agora completa as frases:
Quando era criança queria ser… Feliz…
Todos os dias preciso de… Rir…
Sorrio sempre que… me apetece…
Não vivo sem… emoções…
Os ingredientes que mais gosto de usar são... plantas nas suas diversas formas de
apresentação…
O meu sonho é fazer sabão com… magia
Daqui a 5 anos… terei 55 anos… ;) já é altura de ter juízo, não? Errr talvez ainda não…
 
Podes encontrar a Florbela Graça e o seu trabalho aqui:
http://saosabao.blogspot.pt/
http://aboticadacoruja.blogspot.pt/
http://cronicasdesabao.blogspot.pt/
http://acorujadomontesuntria.blogspot.pt/
http://artesdesuntria.blogspot.pt/
http://suntrialquimias.blogspot.pt/  
 
Tenho que fazer um agradecimento especial à Flor, não só por todos os ensinamentos, mas também porque, desde 2011 administra o grupo "Saboaria" comigo, sem ela não seria possível! Porque a admiro muito, fiz questão que fosse a minha primeira entrevistada. Obrigada Flor! 

2 comentários:

M disse...

Que delicia ler-vos! Adoro-as às duas, fazem parte do meu novo "eu". Muito obrigada por estarem na minha nova caminhada ;)

Helena Jorge disse...

Como eu gosto de vocês e de vos ler...

Com a Flor tenho aprendido tanto sobre as plantas e como fazer cremes, pomadas e afins.

Obrigada por existirem na minha vida e de a tornarem bem mais luminosa e feliz